Estava chovendo e eu de óculos escuros…

gse_multipart20468.jpg 

VAMPIRO  (Jorge Mautner)

Eu uso óculos escuros pras minhas lágrimas esconder

E quando você vem para o meu lado, ai, as lágrimas começam a correr

E eu sinto aquela coisa no meu peito

Eu sinto aquela grande confusão

Eu sei que eu sou um vampiro que nunca vai ter paz no coração

Às vezes eu fico pensando porque é que eu faço as coisas assim

E a noite de verão ela vai passando, com aquele seu cheiro louco de jasmim

E eu fico embriagado de você

Eu fico embriagado de paixão

No meu corpo o sangue não corre, não, corre fogo e lava de vulcão

Eu fiz uma canção cantando todo o amor que eu sinto por você

Você ficava escutando impassível e eu cantando do teu lado a morrer

E ainda teve a cara de pau

De dizer naquele tom tão educado

“oh! pero que letra más hermosa, que habla de un corazón apasionado”

Por isso é que eu sou um vampiro e com meu cavalo negro eu apronto

E vou sugando o sangue dos meninos e das meninas que eu encontro

Por isso é bom não se aproximar

Muito perto dos meus olhos

Senão eu te dou uma mordida que deixa na sua carne aquela ferida

Na minha boca eu sinto a saliva que já secou

De tanto esperar aquele beijo, ai, aquele beijo que nunca chegou

Você é uma loucura em minha vida

Você é uma navalha para os meus olhos

Você é o estandarte da agonia que tem a lua e o sol do meio-dia

Anúncios

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s