Niltinho apaixonado? hehe!

Era carnaval. Eu me lembro bem porque meu carro tinha quebrado e eu não pude ir para Friburgo descansar de praia e Saquarema.

Resolvi ficar em casa, reciclando-me e em retiro. Quietinha, na minha.

Poria cervejas (muitas) no freezer e ficaria em casa assistindo as escolas desfilarem (nunca consegui me decidir por uma – são todas iguais hehe).

Já estava amando aquela solidão. Eu, meus animais e o silêncio absoluto. Meu cachorro Lobo, um lindo pastor canadense me fazia companhia.

Mas Lobo começa a esboçar latidos em direção ao portão. Visitas? Ah, que droga!…

Olho pela janela e vejo meu amigo Niltinho me acenando e pulando feito louco, apontando para uma menina tímida e assustada, encolhida ao seu lado.

Ponderei e resolvi dexá-los entrar, afinal minha curiosidade falava mais alto: Niltinho com namorada?!

Ele era tão louco por mar e surf que raramente o via com alguém. Pensavam até que éramos caso porque sempre estava no meu pé. Um grude.

Mando ele entrar, já antegozando os momentos de alegria que o cara me traria. Que meu retiro se danasse, eu gosto é de rir! hehe!

_ Entra, Niltinho! O portão tá aberto!

_ Prende o Lobo, ele pode estranhar a Juju!

“Juju”? Olhei melhor a menina e ela era mesmo rosada como uma jujubinha de morango. Então não era surfista, então… Niltinho estava apaixonado!

_ Prende o Lobo!

_ Ele não morde!

_ Só meu tornozelo, né?

_ É brincadeira dele!

_ Né não, Daisynha! Um dia ele leva a sério. Prende ele aí!

Pela curiosidade eu cedo e prendi meu pastor na garagem. Niltinho entra com um saco de peixe na mão.

Sorrindo, tentando parecer um sorriso natural de boas vindas fí-los entrar.

A menina era bem magrinha, linda, mas muito tímida mesmo.

Niltinho enlaça sua cintura e anuncia:

_ Esta é Juliana, minha Juju, né, gatinha? Nos esbarramos na Barraca do Coco ontem! Paixão à primeira vista. Fulminou, né Juju?

A menina faz um esforço sobrehumano para olhar em meus olhos. De onde teria saído aquela minhoquinha? Desculpe mas este era o termo usado para designarmos as pessoas bem do interior que mal sabiam falar hehe. Mas na boa.

Niltinho entra em minha sala, praticamente joga a menina numa poltrona de vime e corre pro meu freezer, claro.

_ Pode beber, Niltinho. Vê se a… Juju quer suco de abacaxi.

_ Não, parceira, ela vai de cerveja, né, princesa?

A menina ensaia com os lábios, mas não consegue falar. Niltinho joga no seu colo magrinho uma lata de cerveja. Ela se assusta e noto que nem tem forças para abrir a lata.

Niltinho atencioso, abre para ela e estala um beijo em sua boquinha tímida. A menina fica vermelha, literalmente e juro que pensei que iria sair correndo. Fez um movimento mas desistiu.

Eu, querendo que ela ficasse à vontade:

_ Juju, você gosta de camarão na brasa?

Ela finalmente me olha:

_ Pode ser… – a voz parecia um suspiro derradeiro.

_ Niltinho, véio, acende a churrasqueira e manda brasa!

Niltinho:

_ Ah, Daisynha, eu pensei em fazer um pirão de bagre! Dá o maior gás! A gente fica fortão, né não? Eu trouxe um montão! – abre o saco pra eu ver.

Olhei pra menina e pude entender o que meu amigo queria dizer. Só de olhar pra ela dava ternura: uma varetinha com perninhas. Tadinha.

Minha cozinha vira um recanto de bagre. Um cheirinho bom toma conta do ar.

Eu olho pra Juju:

_ Mora aqui em Squarema?

Niltinho como sempre responde por ela:

_ Não! Ela é de Jaconé. É cria de lá, né, gatinha?

Jaconé é um municipiozinho entre Maricá e Saquarema. Um lindo lugar entre o mar e a montanha.

A menina não responde porque parece estar engasgada com a cerveja. Seu rosto está em fogo.

Niltinho vai falando enquanto prova o molho do bagre.

_ Ela veio passar uns dias na casa da tia porque o pai dela é um tremendo cachaceiro. Bate nela às vezes. E na mãe dela! Nem o gás ele comprou. Tiveram que cozinhar em fogueirinha no quintal, né Juju?

A menina desta vez se levanta, está disposta a ir embora, tamanho constrangimento que Niltinho, sem perceber, lhe causava. Mas desiste e senta-se de novo.

Mas Nilton não dá trégua.

_ Ele está desempregado e na casa dela às vezes nem comida tem. Aí, ela e a mãe vão para a feira esperar a hora depois da xêpa. Pegam a legumada de graça. Zero oitocentos, sacou?

A menina está em franca debilidade emocional. Eu sorrio sem graça e faço sinal para meu amigo maneirar mas Niltinho, depois de fumado e com cerveja, vira um troço.

E continua a matar a garota:

_ Quando ela era pequena, o safado deixou ela se queimar, ela tem uma cicatriz horrível nas costas. Já falei que tem plástica pra isso!

A menina chora, eu vejo seus olhos rasados de lágrimas contidas. E Niltinho cada vez mais empolgado com o samba na TV e o bagre. Dançando continua falando:

_ O pai batia nela porque fazia xixi na cama até os dez anos! Que safado. Que é que tem fazer xixi? É fisiológico! Todo mundo faz. Apesar  que na cama é meio sinistro, mas eu não vejo por que apanhar por isso!

Niltino sai da cozinha.

Foi a gota d’água.

A menina literalmente saiu correndo! Sério. Niltinho tinha ido ao banheiro e quando voltou, nem deu pela falta da garota. Só quando foi pegar mais cerveja.

_ Ué! cadê  a Juju?!

Eu respondo como que ainda em transe:

_ Se foi…

_ Por que?  Você deixou ela com vergonha de alguma coisa? Ela é muito tímida, Daisynha!

Tem horas que eu penso que convivemos com alienígenas aqui, sabe…

Eu respondo, enquanto olho  a Mangueira desfilar:

_ Acho que VOCÊ a envergonhou falando aquelas..

Ele me corta:

_ Tá vendo aquele cara alí, na ala dos faraós?! Que está com o chapéu na mão?!

Olho pra TV e digo:

_ Sim…

_ É meu parceiro. Já aprontamos muito no Flamengo e no morro! hahahaha! Todo ano ele desfila! É o cara! Grande Duda!

Eu SEI que não deveria mas pergunto:

_ E a Juju, cara?

Niltinho embevecido pela escola de samba fala com um sorriso largo:

_ Puta que o pariu! Queria estar no Rio agora!…

Vale a pena conhecer a figura melhor:

http://dai.lendo.org/niltinho-saquarema-e-a-igreja-universal/

Anúncios

3 comentários em “Niltinho apaixonado? hehe!

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s