Arquivo do mês: fevereiro 2008

Quer ajudar o Planeta?

Pessoas no mundo inteiro estão se mobilizando para uma experiência bem interessante. Propõem que apaguemos as luzes e fiquemos no escuro durante cinco minutos. De 19:55 às 20:00 de hoje, 29 de fevereiro. Como recebi a mensagem, pretendo participar.Pode até … Continuar lendo

Publicado em news | 4 Comentários

Mãe, mãezinha…

Marcela, filha da Dai 🙂 Perder, é um pouco mais que morrer,É estar no meio do meio fio amoladoEsperando o telefone tocar…Mas se ela não sabe o número… Então daremos perda total à filhaQue desaparece no ventre da mãeDo ventre … Continuar lendo

Publicado em Poetizando | 2 Comentários

A RUA

ELE acordou estranhamente tranqüilo naquela manhã de inverno. Olhou pela janela e viu que a neve caía, anunciando a estação da solidão, onde sempre sentia-se ilhado e longe de tudo que mais amava. Mas resolvera que quando passasse este vácuo … Continuar lendo

Publicado em Contos | 2 Comentários

Domingo, enquanto meu Botafogo não ganha…

No final das contasA vida é uma curva na estradaLá, neste momento, derrubam-se a dúvida,A chuva e meteoros da suposta avalanche humana. Neste instante eu percebo que somosA desgraça das limitações,Talvez o derradeiro pensarQue nos remete ao último caos atômico. … Continuar lendo

Publicado em Poetizando | 10 Comentários

Diálogo Impertinente

Ponto de ônibus. Dois homens. É madrugada. Um está de terno e com uma mala de viagem. O outro é mais novo, usa jeans, cabelos longos. Barba por fazer, roupas velhas e um tanto sujas. Fuma cigarro e tem unhas … Continuar lendo

Publicado em Contos | 7 Comentários

Meu coração é mais que um músculo, Dé!

Eu me apego fácil Eu dou fácil Eu morro e vivo também facilmente. Posso amar um sonho Uma utopia Uma visão ao pôr do sol.. Eu sou um pouco louca Menos do que gostaria E mais que o ‘normal’. Deixo … Continuar lendo

Publicado em Isso é sério | Deixe um comentário

Saudades

Saudades de vocêVontade de posseDesejo de dormir…Ah, como eu queroTeu corpo nuDentro do meu.Tua bocaTua língua ásperaA me fazer carinhosEm toda parte. Mas você tá longeFaço o quê?Imagino-teOu durmo insegura? Volta, cachorro grego!Olha em volta:O cio dos deusesEstá por vir… … Continuar lendo

Publicado em Poetizando | 5 Comentários

Esperança

Duas crianças vinham caminhando pela estrada de barro quando uma parou e disse:_ Não agüento mais andar. A outra, uma menina respondeu:_ Mas se não andamos não chegamos. Assim, o menino levanta-se e seguem, com sede e fome estrada a … Continuar lendo

Publicado em Contos | 4 Comentários

E agora, Fidel?

Fidel tá velho, os moços lamentam,O ditador se entrega mas o mundoContinua nas mãos do inimigo. A sopa esfriou por aquiOs caveirões nas favelasE as roupas de marcaAté a novela nova da GloboÉ ruim, é ruim. Adeus Fidel, você resistiuMesmo … Continuar lendo

Publicado em Crítica | 1 Comentário

VENHAM TOMAR UM CHÁ… OU UM UÍSQUE!

QUERIDOS AMIGOS E LEITORES, OU MELHOR, AMIGOS LEITORES: VOU FAZER UMA REFORMINHA AQUI. DESTA FORMA OS CONVIDO TIMIDAMENTE A VISITAR-ME EM MEU BLOG DE AUDIOVISUAL (RECENTE) QUE AINDA ESTÁ ENGATINHANDO MAS POR ENQUANTO LÁ MISTURAREI MINHAS MALUQUICES (TEXTOS) COM CINEMA, … Continuar lendo

Publicado em Miscelânea | Deixe um comentário