Esperança


Duas crianças vinham caminhando pela estrada de barro quando uma parou e disse:
_ Não agüento mais andar.

A outra, uma menina respondeu:
_ Mas se não andamos não chegamos.

Assim, o menino levanta-se e seguem, com sede e fome estrada a fora.
Dias depois chegam em um vilarejo e encontram pessoas que as acolhem em suas casas.

Comeram, beberam. Limparam-se e foram dormir.
Quando acordaram, era uma grande favela. As pessoas indo trabalhar enquanto alguns homens de armas nas mãos se recolhiam.
Elas entreolharam-se e resolveram ir embora.
Caminharam por anos e cansados resolveram desistir de vez.
A menina disse:
_ Melhor desistirmos, por fim…

O menino, já com a voz se modificando devido à idade, retruca feliz:
_ É melhor mesmo que nos mandemos daqui. Não gostei de nada.

A menina assovia e aparece um cavalo alado. Eles montam e se vão. Mas uma lágrima cai do rosto dela. Esta lágrima molha a terra e nasce, dias depois uma árvore muito verde. É a árvore da esperança. Desta árvore nascerão frutos de esperança que aplacarão a fome de todas as crianças do mundo.

Eles então se vão felizes sumindo pelos céus infinitos…

A mãe entra no quarto e sacode Josias:
_ Anda, moleque! Quer perder a hora? Ou a merenda?

Josias:
_ Mãe!… Eu tive um sonho lindo…

A mãe desdenha o guri:
_ Vai sonhando mesmo! Ou estuda direito ou volta pro sinal…

O menino:
_ Mas você falou que eu não mais iria pedir dinheiro!…

A mulher com olheiras responde:
_ Só estou deixando esfriar… Esse maldito juizado…

O menino se levanta, veste o uniforme e sai para a escola, de barriga vazia. Olha para o céu e diz:
_ Puxa… E se não fosse um sonho?…

E sai andando de cabeça baixa, sem notar uma pequena árvore em sua calçada de terra. Uma árvore verdinha que não estava alí no dia anterior.

Anúncios

Sobre Day

As pessoas que consideram que a coisa mais importante da vida é o conhecimento lembram-me a borboleta que voa para a chama da vela, e, ao fazê-lo, queima-se e extingue a luz. (Tolstoi)
Esse post foi publicado em Contos. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Esperança

  1. Chris Cunha disse:

    Gostei do conto. Obriga pelo carinho da visita ao Segredo das Pedras. Até breve!

  2. J. disse:

    Lindo, tocante mesmo.Gostei muito!

  3. Djabal disse:

    “Encantada com seu rigor, a humanidade esquece e torna a esquecer que é um rigor de enxadristas, não de anjos.” J.L. Borges.Você não esqueceu, é um anjo. Bjs.

  4. alineol disse:

    Linda história minha amiga!!! Sua fã eterna!!!!! Bjus

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s