De repente

71497421.jpgPensei que pra fazer poesia

Dependia de querer morrer.

Pensei que pensava demais

Ao invés de morrer.

Entendi que versos são curtos

Quando antes da poesia

O amor trai porque finge

Que existe.

Por isso agora sei que ninguém

Faz poesia sem morrer antes.

Anúncios

Sobre Day

As pessoas que consideram que a coisa mais importante da vida é o conhecimento lembram-me a borboleta que voa para a chama da vela, e, ao fazê-lo, queima-se e extingue a luz. (Tolstoi)
Esse post foi publicado em Poetizando. Bookmark o link permanente.

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s