Renovação

Depois do divórcio, Roberta ficara desolada. Não dormia e não mais sentia vontade de comer.
Adoecera e acabou internada com quadro assustador. Perda de peso e depressão.
O jovem enfermeiro cuidava dela com carinho e amor.
O casamento aconteceu dois meses depois.

Anúncios

9 comentários em “Renovação

  1. … mas quando vc aparece é uma festa he, he. he!!!

    ainda bem que temos tempo para brincar na net 😛

    beijo Malzinho!! Valeeeeuuu! =]

  2. Daaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaai meu amor, peço imensas desculpas, tava meio sumido mesmo, vc sabe né q a cada dia a gente tem q matar um leão, a gente cai, levanta, cai de novo, levanta et coetera.Mas cá estou em pé, hehehe. Blog novo, caraca só vc mesma, mil em uma. Adorei teu texto sobre Pasolini, eu tenho esse filme mas ainda não assisti, devo ter uns 40 filmes gravados q ainda não assisti, essa vida corrida não nos deixa ser felizes como queremos ser.
    Bjos minha linda.

  3. Oi!!!
    Eu sou a Dai, fui em seu blog certa vez através do Paulo Vilmar (acho) rs..
    E vc foi no Escombros do vacuo, meu blog de cinema 🙂
    Adorei a continuação do mini-conto, vc é muito criativo. Visitarei o Flainando na Web e pode levar textos sim, à vontade.
    Eu q agradeço.
    Beijo Oscar 🙂

  4. E viveram felizes para sempre… Ou não…
    Haveria Roberta se tornado escrava das drogas usadas no tratamento da depressão?
    Suportaria ela, a vida atribulada e cheia de plantões necessários do jovem enfermeiro?
    E o risco de que ele encontrasse “uma nova Roberta” em tratamento e reincidisse no crime de apaixonar-se por sua paciente?
    A tempestade que caíra na festa do casamento que seria ao ar livre, seria um presságio?
    Porque o hospital queimara-lhe os lençóis usados, se seu mal não era contagioso?
    Tudo o que há tem 50% de chances de dar certo e outros 50% de dar errado.
    Se eu tivesse fichas, nesse caso, as apostaria na segunda opção.

    Te digo: não sei o que fiz pra mercer um link num blog tão bacana.
    Não temos sequer um único amigo virtual em comum, o que me deixa ainda mais intrigado.
    Gostei muito do seu estilo. É mesmo uma honra estar aqui.
    Muito obrigado!

    Tenho um outro blog, que tem outra proposta. Chama-se “Flainando na Web”. Se um dia me permitir, adoraria levar alguma coisa sua pra lá.

    Também adoraria um dia continuar um conto começado por você, ainda não tenha a mais remota hipótese de quem você possa ser…

    Seja sempre bem vinda aos meus mundos todos. Os que divertem, os que acrescentam, os que somam e até (acredite) os que ensinam.

    Mais uma vez muito obrigado!

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s