Escreve a cama

Agora que vou dormir

vou dormir sem você

encanto das madrugadas

coça de ferida aberta

sentimentos maus

diz meu coração

animado

pela euforia

de um banho morno.

 

E no corpo

o carinho solitário

do pijama palhaço

floridinho de perfume.

 

Mas a loucura

pede pra pular na cama

lep-top-lep-top

e vai aí mais

um poema desencarnado

que meu corpo

é invisível para o teu.

 

 

Anúncios

2 comentários em “Escreve a cama

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s