Livros, amados livros

Se antes eu era cega é porque não os lia com a alma, talvez folheasse-os em costume e ironias escolares. Mas de qualquer forma fizeram sempre parte de minha vida em tempo integral.

Passei e hei de passar por maravilhosos momentos. Da ficção ao técnico, ainda romanceando os bestsellers, eu me recrio ávida por reativar conceitos e sei que tudo de que preciso é abrí-los com amor. Ouvir o que eles têm a me dizer.

Já fui fanática por eles e penso mesmo que adoeci muitas vezes entre tantas teorias e aforismos. Filósofos de vários séculos me acompanham e os deuses da poesia, seja ela concreta, a parnasiana,  moderninha, tanto faz. Eu sou ainda aquela que aprende a ler.

Com todo o respeito à internet, mas os antigos e mal conservados me atraem, levam-me a viajar no tempo.

Sei que são eternos. Eu vou passar, você também.

Porém eles são o poder da memória maior que todos nós.

Sim, meu querido… O céu deveria ser mesmo uma grande biblioteca.

Anúncios

11 comentários em “Livros, amados livros

  1. Oi linda 🙂
    Como é bom compartilhar com amigos esses prazeres.
    Eu amo os sebos, são uma verdadeira viagem mesmo.
    Entrarei em contato.
    Adorei a visita minha amiga.
    Beijos muitos…

  2. Dai:

    Oi, amiga, achei tempo, vim te visitar!

    Também compartilho contigo a preferência por páginas amareladas.

    Poucas coisas existem no mundo melhores do que instalar-se confortavelmente e apreciar um bom livro.

    Há alguns dias passei num sebo e encontrei os livros da série ‘Vaga-lume’ (os primeiros que li em minha vida) numa estante, jogados!

    Por ‘preço-de-pinga’ (R$ 1,00 cada volume), levei montes para presentear meu sobrinho. Ah, o mundo seria muito melhor se as pessoas, no lugar de gastarem tanto tempo à frente das Tvs gastassem à frente de tal criação tornada popular pelo genial Guttemberg!

    Mil beijos, cara amiga.
    Estou à espera de instruções sobre a ‘disputa literária’, tá?

    Beijos em seu coração (olha o plágioooo, rs!)
    😉 🙂 😉 🙂

  3. É verdade. Quisera eu ter essa disposição de devorá-los… Eu acho que atualmente ando lendo muito pouco 😦
    Beijo. 🙂

  4. Também adoro os antigos. Nós passaremos, eles ficarão, pois já estão aí, fincados no tempo. Para alguns, uma grande e boa biblioteca é o próprio céu. Beijos

  5. http://quixotesco.wordpress.com/2008/04/20/a-mulher-que-vale-a-pena/
    sim, é meio velho… mas acho que vc não tinha lido

    Gosto muito do Dusk, do fauna e do sapphire. (mais do sapphire que dos outros)

    E ho, como gosto das estantes comunistas e comunais das bibliotecas.
    como me agradam os livros manuseados e vivos… com histórias não escritas, mas gravadas em seu corpo para contar. Muito mais que os livros virgens das livrarias.
    não. Dane-se a pureza. quero vida, história e calor.

  6. você acabou de me lembrar que devo recomeçar minha maratona incessante de leitura. Mas quem será o primeiro: Orwell ou Dostoiévski?

  7. hehe… oi Kovacs 🙂
    Os templates nem dão trabalho, eu só tenho que clicar e pronto, o word press troca o layout.
    Mas preciso de estabilidade. Estou como criança trocando toda hora.
    Pensei em ti quando escrevi este artigo pro novo template.
    Beijo querido. Valeu a visita 🙂

  8. Acho ótimo chegar por aqui e encontrar sempre um template diferente, mas deve dar um trabalho…

    Com relação ao texto desta postagem a minha identificação foi completa.

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s