Tanto faz…

 

 

Conversas Paralelas (3)Um poema do Pof. Gasparetto

 Tanto faz
Querer bem,
Viver mal
Sem sentir!
Tanto faz!

Tanto faz
Ter alguém
Ser normal
Ir além!
Tanto faz!

Tanto faz,
Almadén
Ser fatal
Ter vintém,
Tanto faz!

Tanto faz,
O que tem
Bom ou mau,
Sempre zen,
Tanto faz!

Tanto faz,
Ir de trem
Comer sal
Medo tem
Tanto faz!

Tanto faz
O que vem
Madrigal
Quem detém?
Tanto faz!

Tanto faz
Ser a guerra?
Ser a paz?
Ter a terra?
Ser jamais?
Ver a serra?
Ser capaz?
Moto-serra?
Ser os ais?
Muito berra,
Quem te traz?
Tanto faz!

~~~~~~~~

Bem vindo de volta! 😉

Anúncios

Sobre Day

As pessoas que consideram que a coisa mais importante da vida é o conhecimento lembram-me a borboleta que voa para a chama da vela, e, ao fazê-lo, queima-se e extingue a luz. (Tolstoi)
Esse post foi publicado em Poetizando e marcado . Guardar link permanente.

5 respostas para Tanto faz…

  1. Fatima disse:

    Dai,
    Concordo em ‘gênero, número e degrau’ com o amigo Djabal (ei! rimou! :D)
    Lembra do filme ‘Um sonho de liberdade’?
    Há um momento em que o prisioneiro (personagem principal) coloca uma ópera para os presos escutarem.
    Ele justifica: podem te tirar tudo, menos a música!
    Subscrevo esse pensamento: podem tirar-nos tudo, exceto o que interiorizarmos, seja música, sejam poemas, sejam experiências ou lembranças.
    Tais coisas, força alguma pode nos tirar.
    Assim, o poema é seu! Ninguém o poderá tirar de ti, se o tiver interiorizado.
    Grande beijo,
    Goiabada-com-queijo
    🙂

  2. Aline Lima disse:

    Maravilhoso! Profº Gasparetto é um dos meus idolos!

  3. Djabal disse:

    Infelizmente, por que? Porque você escolheu, também é seu. Por um momento ele é seu. Gostaria de ter escrito também. Valeu. Beijo. nb.:- Cuide-se, e mande meus abraços para o autor. Ele é ótimo.

  4. Daisy disse:

    Oi Erwin…
    O poema é lindo mesmo, mas infelizmente não é meu. Foi escrito pelo nosso adorável Prof. Gsaparetto, um poeta visceral, atemporal.
    Beijos 🙂

  5. Djabal disse:

    É assim mesmo. Deveríamos todos ter o seu poema guardado no bolso. Pensar nisso, e ser feliz em todos os momentos da sua vida. Tudo que imaginamos se esfarinha , se esfumaça. Viver é prazeiroso, sem pensamento. Beijos, menina.

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s