Só por hoje

Pequena vitória

Afastei-me

Corri

E respirei

Longe do vício

Da agonia

Da dependência

E da dor

De não viver sem tal

Prazer…

Só por hoje

Só por hoje

Sinto-me livre

Liberta do torpor

Só por hoje

Corri do amor

Respirei

Longe do vício.

Mas sei –  e como sei

Que serei fraca

Mas só por hoje

Deixa eu quieta

Sozinha

A masturbar a liberdade.

Meu vício

Sem meio

Começo

Princípio ou moral

Só por hoje

Descanso limpa

Nada de ducha

Ou risadas.

Deixa eu triste

Deixa eu limpa

Só por hoje

Minta, grite

Mas por agora

Estou bem

E não tremo

Mas é por pouco

Tempo

Só por hoje

Eu viverei sem ti.

Dói saber

Que é só por hoje

Vício

Dos vícios

Amor.