Só por hoje

Pequena vitória

Afastei-me

Corri

E respirei

Longe do vício

Da agonia

Da dependência

E da dor

De não viver sem tal

Prazer…

Só por hoje

Só por hoje

Sinto-me livre

Liberta do torpor

Só por hoje

Corri do amor

Respirei

Longe do vício.

Mas sei –  e como sei

Que serei fraca

Mas só por hoje

Deixa eu quieta

Sozinha

A masturbar a liberdade.

Meu vício

Sem meio

Começo

Princípio ou moral

Só por hoje

Descanso limpa

Nada de ducha

Ou risadas.

Deixa eu triste

Deixa eu limpa

Só por hoje

Minta, grite

Mas por agora

Estou bem

E não tremo

Mas é por pouco

Tempo

Só por hoje

Eu viverei sem ti.

Dói saber

Que é só por hoje

Vício

Dos vícios

Amor.

Anúncios

9 comentários em “Só por hoje

  1. Sê bem vindo. A liberdade vem sempre acompanhada do bom senso. Posso lhe fazer companhia. Puxa o banquinho, ouça a música viniciana, tomjobiniana. Ah Erwin, é que ontem eu fui ao bar curtir essas coisas…
    Beijo, meu lindio. 🙂

  2. Tenho passado exatamente por essas sensações e não conseguiria traduzi-las numa música como essa, não consigo curtir a liberdade ainda. Talvez conseguirei depois da leitura. Obrigado e beijos.

  3. Que coisa mais linda. Amigona e poetisa fiel, a incentivar-me. Redundante? Que nada. Não tenho mesmo as palavras para descrever o prazer que foi te conhecer, Fá.
    Um beeeeeeeijoooo! 🙂

  4. Só por hoje,
    eu não quero mais sonhar,
    devaneios noturnos,
    diuturnos,
    taciturnos….

    Só por hoje,
    desejo não me preocupar,
    ocupar-me com nada,
    matar aula, dançar….

    Só por hoje,
    quero não mais desejar,
    desejar sem ter,
    ter sem desejar….

    Só por hoje,
    quero me libertar,
    libertar-me de mim mesma,
    sem com isso me aprisionar….

    Só por hoje,
    Não quero ter que ir deitar,
    para acordar no dia seguinte

    ter de ir à aula, e depois trabalhar…

    Só por hoje,
    quero ficar madrugada inteira
    olhando pela janela, a chuva fina que cai em sampa,
    olhando a luz da noite, paisagens noturnas….

    Só por hoje,
    quero lembrar dos amigos,
    telefonar….escrever cartas bonitas,
    só para depois rasgar….

    Só por hoje,
    quero visitar sites amigos,
    navegar, bloguelizar….

    Só por hoje,
    quero deixar um abraço fraterno,
    para vc, querida amiga,
    e só sussurrar:

    Que os ventos lhe tragam
    palavras amigas,
    amores eternos,
    amizades fiéis,
    corações saltitantes,
    sorriso nos lábios,
    brilho no olhar!

    Grande abraço, Dai.
    Beijão procê, menina!
    🙂

  5. E assim caminha a humanidade, com passos de formiga e sem vontade…
    Continue assim, Dai.
    Beijos. 😉

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s