Arquivo do mês: outubro 2008

Ciência, crença, ateísmo ou lavagem cerebral?

Pois é. Dificilmente a Dai disserta sobre assuntos do tipo ‘papo cabeça’. A não ser quando a cabeça em questão, se assemelhe a uma cabeça de bagre. Explico. Ah, eu preciso falar. Conversando, harmoniosamente com uma pessoa evangélica, tive que … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Marcado com , , | 29 Comentários

No susto

Ela daria um basta em tudo aquilo. Já não aguentava mais tanta arrogância e falta de consideração da parte dele. O sinal abriu. Arrancou, ouvindo If you don’t now me by now, do Simply Red. Ele até era carinhoso, mas … Continuar lendo

Publicado em Contos | Marcado com , | 8 Comentários

É preciso saber olhar – Helmut Newton

A fotografia é uma expressão vital. São os olhos do fotógrafo, é sua opinião do mundo. Helmut Newton – 1920/2004 –  é um dos meus preferidos. Filho de alemão-judeu com americana, foi perseguido por nazistas. Suas fotos premiadas encantam o mundo … Continuar lendo

Publicado em Arte e etc. | Marcado com | 8 Comentários

Consciência sem cores

É pena que as idéias se fechem em rótulos políticos. Hoje é o Dia da Consciência Negra. E Zumbi dos Palmares é lembrado e homenageado em toda parte. Tolice é não reconhecer que o referido guerreiro negro não era apenas um … Continuar lendo

Publicado em Politicamente... | Marcado com | 8 Comentários

Eu, Testemunha

Estavam todos numa era de tecnologia e outros tipos de comunicação. Um casal formoso. Eram virtuais que, entre pecados, virtudes, erros e acertos, blasfemavam em putarias inexplicáveis. Não deveria xingar, portanto retiro o pesado termo, substituindo-o por sodomia… Voltando ao … Continuar lendo

Publicado em Contos | Marcado com , | 9 Comentários

Peter Brook pensa Shakespeare, Artaud… mas só em inglês, mesmo no Rio

Estou voltando a escrever para o teatro, minha paixão insana. Por isso este post. No início era o verbo; teatro era o circo que chegava nas cidades. Lá pelo século dezenove, Shakespeare era encenado em praças públicas, ao ar livre. E, … Continuar lendo

Publicado em Arte e etc. | Marcado com , | 9 Comentários

A missão

Mais uma rodada do Jefferson Maleski que inspirou esse texto. O tema da vez é Missão. Aproveitando para agradecer ao Fábio Ricardo e Rodrigo Oliveira  do Duelo de Escritores, que nos visitam e incentivam. Missão… Missão… Ele precisava. Dependia de entender o … Continuar lendo

Publicado em Contos | Marcado com , | 4 Comentários

Leviana literatura

Andei em uma estrada escura, Tinha muita bebida, porém pouca leitura. O tempo foi longo, demorado… Nem luz de velas, nem de lampião: Estava sempre escuro E era sem energia meu coração. Algumas vezes até tropecei em livros, Entretanto, o … Continuar lendo

Publicado em Poetizando | Marcado com , | 12 Comentários

Marcelo Rubens Paiva no Largo da Carioca

Enquanto isso, nos sebos cariocas Nada disso. Não é puxar a brasa para minha sardinha, mas convenhamos, Marcelo Rubens Paiva, Antônio Callado, Waldemar Cláudio dos Santos, e… ufa! Todos a Um Real! Passando pelo Largo da Carioca, parei em um dos … Continuar lendo

Publicado em livros | Marcado com , | 12 Comentários

Vidraças

Mais uma vez aceito o convite-desafio do Jefferson Maleski que se inspira no Duelo de Escritores. O tema da vez é Condição. É só um treino, Jeff.    Olhava pela vidraça da janela da sala, enquanto a chaleira apitava, atordoando seus ouvidos. … Continuar lendo

Publicado em Contos | Marcado com | 13 Comentários