Marcelo Rubens Paiva no Largo da Carioca

Enquanto isso, nos sebos cariocas

Nada disso. Não é puxar a brasa para minha sardinha, mas convenhamos, Marcelo Rubens Paiva, Antônio Callado, Waldemar Cláudio dos Santos, e… ufa! Todos a Um Real!

Passando pelo Largo da Carioca, parei em um dos vários stands, e demorei horas escolhendo (que difícil) alguns livros que, além de bem conservados, têm a magia de nos prender ali, no coração do Rio de Janeiro, a cidade que não abre mão da cultura, apesar dos maus tratos políticos.

Por respeito ao grande Rubens Paiva, resolvi destacar seu filho, o Marcelo Rubens Paiva, um intelectual que nos dá a honra e o dever de não esquecermos seu pai, aquele escritor e jornalista ‘desaparecido’ na ditadura militar.

O romance policial Bala na agulha, publicado em 1992 e recentemente lançado com revisão do autor, fala de prostituição e tráfico. Mesmo a estória se passando em Manhattan, NY, percebe-se crítica óbvia à história recente do Brasil.

Ficam a indicação e a homenagem à minha cidade, que se esforça em manter seu charme, com seus milhares de sebos espalhados em esquinas e cafés literários.

Largo da Carioca – 1950

Para Alexandre Kovacs

Bom final de semana a todos! 🙂

Anúncios

12 comentários em “Marcelo Rubens Paiva no Largo da Carioca

  1. Acho que Bala na Agulha é meu livro favorito do MRP, depois de Feliz Ano Velho.
    Lembro de não ter gostado da decisão final do protagonista do romance, mas já faz muitos anos isso; preciso reler.
    Mas de uma forma geral o livro é muito bom.

  2. Fááá! hehehe! Também to com saudades. Vamos escrever em parceria qualquer hora dessas (gostei da experiência)
    Beijo, minha linda! 🙂

  3. Daisy muito obrigado, fiquei sensibilizado pelo presente. Fantástica a coincidência, pois diariamente passo pelos stands de livros usados do Largo da Carioca. Tenho o prazer de trabalhar no Centro do Rio de Janeiro e conviver neste ambiente de livrarias como a Leonardo da Vinci, Travessa e tantas outras. Mais uma vez agradeço sinceramente a citação e o texto tão oportuno!

  4. Sal faz mal he-he-he.
    Pois é Erwin, vc como carioca também, sabe que somos de bem com o Brasil inteiro, sempre de braços abertos 😉
    Beijão, lindo!

  5. Jamais o Rio perderá seu encanto. Apesar de todos os atropelos. Apesar de os políticos atuarem por abstinência. Apesar de tudo isso, existe Noel, Cartola, Ismael, ah, e os mais modernos, que cantam, cantam e contam suas emoções . E ainda e tão importante: os cariocas. A liberdade, o bom humor, apesar do saleiro de saquinho todo úmido nos restaurantes. Gostei da homenagem. Ele merece. Beijos.

  6. olha… marcelo rubens paiva é ótimo (fantástico, fenomenal, um estrondo) em ua brari e blacaute, mas não gostei (fiasco, risível péssimo) de bala na agulha e feliz ano velho…

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s