Arquivo do mês: janeiro 2009

Renovação

  Assim como as águias, devo parar, vez por outra,  para questionar opções na vida. Repensar no tempo dos meus sonhos. Elas, essas aves adivinadas, perdem um precioso tempo quando decidem pela renovação, ou seja, recolhidas no topo de alguma montanha, … Continuar lendo

Publicado em Miscelânea | Marcado com | 13 Comentários

Convicções urbanas

Aquele homem vivia de forma simples e ordinária. Falava pouco, vestia-se pobremente e comia o básico. Arroz com feijão. Um trabalho simples: Tomava conta de carros em um estacionamento classe A, em restaurante, numa rua aqui, em Copacabana. No Morro … Continuar lendo

Publicado em Contos | 9 Comentários

Entretanto

Foto – Helmut Newton O que sai da boca do homem pode contaminar, ser um intruso comentário a esfacelar multidões e sentimentos. Pode até alavancar guerras e destruições sem prévio aviso, ou mesmo um suspiro de orgasmo ou sono. O que … Continuar lendo

Publicado em poema? | 5 Comentários

Sinta-se assim

Porque este é o estágio perfeito para a alma. Sinta-se uma criança, um bichinho. Erre e limpe as mãos de terra. Sorrir e cantar desafinado pode ser bom. Sinta-se assim. Puro de sentimento, nada de inveja ou ira sem razão. … Continuar lendo

Publicado em Miscelânea | 8 Comentários

O que nós faríamos em 2009?

… Talvez! Talvez, tentássemos atravessar a ponte sem amarras, ou, destruiríamos o cara que tentasse nos impedir… Ficaríamos calados, com as luzes acesas… apagadas… e até sem luz? Melhor: ficaríamos sem luz? Despejaríamos lixos tóxicos escondidos, e afogaríamos os bebês … Continuar lendo

Publicado em alô! | 6 Comentários