Este artigo não é sobre religião. Não é provocação. Nem ateísmo pelo fato de não falar de Deus. É sobre os rudimentos da Fé.

Andei refletindo nesta palavra monossilábica. Curta e poderosa. Só o fato de eu estar escrevendo um post já é um exercício de fé. Eu acredito que posso escrever, mesmo não sendo escritora profissional. Eu acredito que pessoas lerão meus artigos.

Vamos lá. O que me intriga é saber de onde vem a fé. Ela é mais que certeza, muito mais que determinação, ou vontade. O homem, eu e você, vivemos de crer em coisas que faremos, ou que desejamos, ou mesmo acreditamos na cura. Milagres acontecem. Até na vida de ateus, logo, independe de religião. Ou crença. A fé é inerente a todos. Há um poder que opera milagre. Para qualquer um.

Dependendo da civilização, o homem põe a fé em animais, no sol, na lua, na floresta, em pedra, pau, barro, no céu, no éter, no mal. Não importa. A fé está presente no âmago da alma humana. No dicionário significa: “crença religiosa”, “conjunto de dogmas e doutrinas que constituem um culto”. É evidente que a coisa descamba para a religião. Rumo à espiritualidade.

Entretanto, a questão aqui é: Se a fé fosse particularidade de religiões, homens agnósticos, ateus, céticos, ou mesmo ignorantes como os aborígenes (ignorantes no sentido de ignorarem religiões e pensamentos teosóficos do homem branco) não realizariam missões, não fariam planos para o futuro. Não sonhariam, não amariam. Sim, porque amar é um ato de fé. Ele acredita que aquela é a pessoa que irá fazê-lo feliz e viverão por toda a vida sendo amantes.

Pela fé o homem vai à guerra, realiza confrontos. Funda partidos políticos. Mata e rouba. Muitas vezes roubar é um ato de fé. Agostinho – em tempo – disse que “para algumas necessidades não há lei” (necessitas non habet legem). O raciocínio humano descobriu que Agostinho poderia estar se referindo ao ladrão também: se alguém tem fome e não pode comprar o alimento, roubar comida pode ser algo tolerável. Fé.

Se a fé fosse monopólio dos crentes religiosos, dos teístas, espiritualistas, uma criança não teria vez. As crianças não tem consciência do mundo ao redor. Não respondem por seus atos. Mas elas sabem o que é fé. Na hora de escolher um brinquedo, por exemplo, ainda que os pais digam que provavelmente não terão dinheiro, elas, em seu íntimo, acreditam que o pai dará um jeito de presenteá-las com o tal brinquedo. Fé, sem religião.

Portanto, minhas reflexões me levam a um olhar sobre o absurdo. Em que momento a fé foi radicalizada e transportada para o mundo religioso? E por que ficou subentendido que uma pessoa sem religião ou Deus é uma pessoa sem fé? Talvez sejam estas pessoas as que mais tenham fé. Porque tem coragem de viver, acreditando tão-somente em si mesmas. Correndo riscos, aventurando-se em quedas e sacrifício das próprias vidas. Ou ganhando felicidade, dependendo do caso.

Portanto a fé parece ser inerente a todos. Independente de religião. O homem já nasce acreditando em algo. Ainda que seja no vazio. Também é fé.

Anúncios

4 comentários em “

  1. “Portanto a fé parece ser inerente a todos”
    Marcelo, por isso terminei o texto sem afirmar nada. Na verdade eu quis levantar uma discussão se há como se ter fé sem Deus. Você colocou muito bem: A Fé de Abraão. E dos descendentes de Ismael (Árabes). E Jó (Jo33.24), o que dizer de tanta fé?
    Sim, posso estar errada, é só um pensamento. “Acreditar” pode ser bem diferente de “crer”.
    Valeu, amigão.
    Muito obrigada pela visita. Abrilhanta meu trabalho aqui nesse blog.
    Beijo.

  2. ¨Fé (do Latim fides, fidelidade e do Grego pistia[1] ) é a firme opinião de que algo é verdade, sem qualquer tipo de prova ou critério objetivo de verificação, pela absoluta confiança que depositamos nesta idéia ou fonte de transmissão.¨

    Eu também ja acreditei que eu tinha Fe que seria um escritor, porem como vc, na verdade eu descobri que na verdade eu nao tenho Fe nenhuma.

    Leia com atenção o que significa ter Fe acima, agora me diga, você tem absoluta confiança que vai ser uma escritora? Seu próprio artigo você começa dizendo que ¨ você acredita¨ o verdadeiro possuidor de Fe teria dito ¨Eu sei, ou eu sou¨ Nao minha amiga, voce e como eu, voce questiona, voce pensa, voce se autocritica, Fe e para aqueles que tem certeza, a certeza que Abraão teve ao levantar a faca contra o proprio filho, a certeza que leva pessoas a colocar bombas no corpo e se matar em nome de ala, a certeza que leva pessoas racionais a acreditar em contos de fadas.

    No lugar de Fe, oq eu encontro em vc e uma pessoa que pensa por si propria, que acredita no que sabe, mas nao fecha os olhos para outras possibilidades, entre elas, a de estar errada.

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s