Dez coisas que mulher elegante não pode praticar

Ok,

Reconheço que ando pegando pesado. Papo cabeça para quê?, se eu sou uma desmiolada? O negócio é curtir a vida e rir. Pensando assim, eu configurei nos meus arquivos de mulher, uma lista sem-vergonha dos micos praticados por nóis, mulherada sem noção. Mas é sério, não façam isso em casa!

1 – Nunca peça uma bebida num bar, se tiver acompanhada. (Deixe o homem fazê-lo, senão ele será o mais novo eleito corno do pedaço. Mulher que pede bebida, pede também atenção).

2 – Jamais fale alto naquele bar. (Os outros homens pensarão que você quer chamar a atenção para o babaca que está ao seu lado).

3 – Palavrão nem pensar! (A menos que você seja intelectual, mas mesmo assim, escreva-os, ao invéz de proferi-los).

4 – Não fale mal do marido (Porque na hora do bem-bão, é ele quem faz as coisas na cama).

5 – Não vá ao salão de beleza sem grana. (A elegância é mostrar que tem dinheiro para gastar em unhas, cabelos, mesmo sabendo que é uma fortuna, podendo fazer em casa).

6 – Fingir que alcançou orgasmo. Isso é coisa do passado. Fale a verdade e diga o que está faltando. Problema dele.

7 – Salto de sapato gasto. Ninguém merece. Melhor andar descalça. Excêntrico, mas tolerável.

8 – Ir à igreja e dizer que virou evangélica, porque sua atriz preferida manda esse merchan. (Melhor só do que mal acompanhada. Elas não são felizes.)

9 – Usar aparelho nos dentes. Ou pensa que é menina, ou perdeu a noção de vez! Até para moda existe limite.

10- Ler Paulo Coelho. (Nem pensar. Melhor Sabrina.)

10 e um – Fumar cigarro. Não, vício é deselegante com certeza!
(você já é fraca por ser mulher, melhor não ter vícios).

10 e dois – Naquele bar que você bebeu e fumou, falou mal do marido, gritou, xingou, e sei lá mais o quê, ao menos não diga que vai ter seu blog. Se fizer isto, estaremos aqui para corrigir teus erros! 😛

Mulher elegante é aquela que erra, mas aprende!

Anúncios

Sobre Day

As pessoas que consideram que a coisa mais importante da vida é o conhecimento lembram-me a borboleta que voa para a chama da vela, e, ao fazê-lo, queima-se e extingue a luz. (Tolstoi)
Esse post foi publicado em alô!. Bookmark o link permanente.

27 respostas para Dez coisas que mulher elegante não pode praticar

  1. Marcela disse:

    Muito legal, tá dada a dica.

  2. Daisy disse:

    Boas festas, Fátima! Foi muito bom te ‘ver’ de novo depois de tanto tempo.
    Beijo.

    Boas festas a todos os amigos!!!!!

  3. Fátima disse:

    Foi uma das coisas que mais prazer me deu em escrever. Aproveitando a oportunidade: Boas Festas (se é que não lhe desejei isso antes).

  4. M M Schweitzer disse:

    Q exemplo lindo de ironia dramática.

  5. Daisy disse:

    Nem só de amigos vive um blogueiro. Não estou aqui para agradar, mas exercitar meu pensar. Obrigada pela visita. Talvez eu faça uma lista das dez coisas que um homem não deve fazer. A primeira seria ‘não emitir opiniões sem argumentação.’

    Aproveite a democracia do blog!. 😉

  6. Serjão disse:

    Gentem! Que merda é essa? Aterrisei num mar de lodo, de lama ou de caca hein? Pirei aqui com tanta asneira!

  7. Daisy disse:

    Fátima, visitei teu site, é bom pra caramba, mas sinto falta do outro. Que saudade!

    Visitem o super site dela, galera. Justiça, teu nome é Tardelli :]

    http://subjudice.net/

  8. Daisy disse:

    Ops! Isso faz com que você seja mais genial ainda 😉

    Lembra aquela ‘coisa’ que vc fez no trabalho sobre o dia do escritor?

    Taí, linda!

    https://carva1.wordpress.com/2008/07/25/dia-do-escritor-stanley-tookie-williams-e-um-parecer-de-fatima-tardelli/

    manda o link do teu lá no teu blog!!!

  9. Fátima disse:

    Dai, já disse antes, mas acho que vc esqueceu, meu amor: não sou advogada 🙂

  10. Daisy disse:

    A Fátima é a mais brilhante advogada da rede. Ela tem uma pureza e uma opinião que poucas mulheres tem. Te amo, minha amiga. E obrigada pelo conselho. Afinal eu tinha de me fortalecer pelo SEU comentário 😉
    Beijão!

  11. Fátima disse:

    Não desmereça sua postagem, minha querida!

  12. Inusitada disse:

    kkkkkkk É, pode ser..

  13. Daisy disse:

    E Marcela: sua reação só mostra que você, assim como a Patrícia, é chique e elegante. Porque ser sincera e ter opinião própria é muito elegante. Eu mesma viro casaca de vez enquando. 🙂

  14. Daisy disse:

    Os livros de autoajuda estão na moda. O homem passa por processo doloroso de esfriamentos nas relações. Com o sofrimento da alma, buscamos respostas espirituais e psicológicas para nossas vidas. Aí entram eles: os livros de autoajuda. Coelho somou misticismo e se deu bem.

  15. M M Schweitzer disse:

    Eu vi o filme, lento so que dramático. Mesmo tema desempre acreditar em si mesmo.

  16. Daisy disse:

    hehehehe!… Marcela adolescente amou o “Valquíria decide morrer”, acho que é esse o título. Mas não cheguei a ler. Mas já li algumas colunas dele. Na Rússia que é a terra desse estilo de leitor, ele desbancou o autor bãbãbã de lá. Fenômeno.
    bj

  17. M M Schweitzer disse:

    So li um deles 😛 o alquimista :O

  18. Só Daisy disse:

    Não. Por isso somos livres. Há quem odeie Machado de Assis. Há quem venere Saramago como deus, sendo ele o cara que definitivamente não cria em Deus. Fazer o quê? Só me resta ler um livro do Coelho. Indica aí! 😛

  19. M M Schweitzer disse:

    Concordo q ele copia e cola muita coisa, e q tem uma filosofia para TODOS os livros. Contudo honestamente acho Gabriel García Márquez por exemplo, mil vezes pior, simplesmente não consigo passar do muro de chatices coloquiais, q pra mim e simplesmente intragável.

    E a vida, um escritor razoável como Paulo, vende como um tornado, enquanto e considerado como um lixo. Ja o Garcia, e um escritor medíocre, que vende como um escritor razoável enquanto e considerado um gênio.

    E eu pergunto, isso faz algum sentido 😛

  20. Marcela disse:

    Bom já que é para ser “elegante” não façamos crítica a quem não pertencemos está no mesmo espaço e ter que ser “lida” e tal e qual… não significa poder dá uma analisada na questão , “ser chique é ser inteligente” e elegante é ser o que é sem estar em questão. Acho que é por aí…

  21. Só Daisy disse:

    Oi, Marcelo. Que saudades da sua acidez. Este post é só uma brincadeira. Blogueiros gostam de provocar, às vezes, para fazer um barulhinho. Quanto ao fenômeno “Paulo Coelho”, to nem aí. É implicância, não por não gostar, mas convenhamos: ele escreve com a cabeça dos outros. Ele copia aqui e cola ali. Mas ler seus livros pode ser válido porque tem informações de outras culturas. Nós só não gostamos porque ele não é autoral. Mas aparelho de dentes, posso te garantir que tem gente que usa porque acha que fica bacana. Mas sabemos que vivemos uma época em que cada um vive como quer, ler o que quer (ainda bem que lê)… Lembrei da Sylvia Oroz e suas noções de “pós-modernidade”, “hibridismo”.
    Gostei muito da presença do pessoal da facul aqui. Sabe por que não houve outra turma? Porque não se acha pessoas especiais como nós em cada esquina. Somos únicos. Turma 222, a única!
    Beijo.
    ps – Pat, é brincadeira, viu linda.

  22. M M Schweitzer disse:

    Patricia não e bem uma escritora, ela tem boas ideias e um incrível talento para escrever, porem so escreve dever de casa. Um verdadeiro escritor escreve por necessidade.

    Quanto ao comentário dela sobre aparelho, ela esta bem certa, e concordo com ela também sobre o Paulo Coelho também, claro q se existe uma grande verdade não dita, que ela somente ficou irritada por ser fan do mesmo. Pat minha cara, escreve usando sua mente não suas emoções, quem escreve com o coração e poeta, e esses hoje em dia morrem de fome.

    Vale a pena lembrar que também gosto do Paulo Coelho, acho q a literatura brasileira tem um preconceito muito grande com seus escritores que vendem e encontram seu publico, se vamos criticar alguém que seja por seu conteúdo, se não gosta da ideia, critique a ideia e não apenas o nome do autor.

    Estou adorando seu blog, um abraco a todos.

  23. Só Daisy disse:

    A Patrícia é uma das garotas mais legais que eu conheci. É escritora e roteirista. Um prazer imenso você ter vindo aqui, nesse blogueto!
    Mais beijos.

  24. Daisy disse:

    Ok, Pat! Quanto ao aparelho, deixa rolar. Mas Paulo Coelho, nem pensar!
    Muuito obrigada pela visita, linda! Beijo.

  25. Patrícia Fontoura disse:

    Infelizmente não achei nem divertido, nem um pouco lógico sem raciocínio. Algumas coisas como usar aparelho não são uma questão de elegância e sim de necessidade. E o que Paulo Coelho pode influenciar na elegância de alguém. Tem muitos temas legais pra se falar na internet sobre elegância, vamos lá, você pode fazer um post mais honesto e menos pretensioso.

  26. Só Daisy disse:

    É claro que eu necessitava de mulheres inteligentes e elegantes para este post nem tão elegante… Menos ainda inteligente…
    Te amo, minha amiga advogada, escritora, filósofa e tudo de bom!!!!
    Beijo para a princesa nossa!!!

  27. Fátima disse:

    O essencial, para ser uma mulher elegante, é usar a inteligência. Se a mulher que usar a que possui, todos os itens acima ficarão obsoletos. Reconheço, porém, que às vezes leva tempo para a mulher reconhecer-se intelugente e independente e adquirir a habilidade de usar a inteligência como ferramenta de vida, no seu dia-a-dia. Enquanto esse despertar não chega, todas as regras acima permanecem válidas. Bjs, minha amiga. Te amo de coração!

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s