Temporada de Exposição de Contos e Poesias Patrícia Raphael

DAR O MELHOR DE MIM

A loucura é minha…
A sinceridade é minha…
A luta é minha…
O futuro é meu…
A promessa é minha…
A conquista é minha…
A surpresa é minha…
A hora é minha…
O carinho é meu…
O outro lado é meu…
A força é minha…
A paixão é minha…
A promessa é minha…
A amizade é minha…
A coragem é minha…
A sutileza é minha…
O ficar é meu…
O sentimento é meu…
O pensamento é meu…
A provação é minha…
O desejo é meu…
O receio é meu…
O amanhã é meu…
A passagem é minha!

Patrícia Raphael é poetisa e faz parte da Revista Literária Estilingue, donde recebemos energias dos irmãos de África.

Anúncios

26 comentários em “Temporada de Exposição de Contos e Poesias Patrícia Raphael

  1. quer ler 1 bom exemplo do uso das reticências? a peça d teatro a greve do sexo, d aristófanes. como a peça tem um cunho cômico e sexual, cada vez q aparece reticências quer dizer q a palavra tem duplo sentido, tipo:

    lísistrata (mulher): – mas se o doce amor encher nosso corpo d desejos e deixar os homens com um entusiasmo d endurecer o… coração, creio q mereceremos as maiores recompensas.

    eis uma forma literária inovadora, apesar d ter sido escrita em 400 a.c. d se usar as reticências.

  2. Gente criticas nao sao pessoais, JLM tem a opinião dele, e por mais embasada q ela seja, nada impede o autor de fazer oq bem entendo com sua estoria.

    Contudo uma coisa e vc errar propositalmente outra e errar por falta de conhecimento. Eu por exemplo planejo excluir S, SS e Ç e trocar tudo por Z, so q no meu primeiro trabalho, procuro jogar dentro das regras.

    Como eu sempre digo, o elogio eleva o autor, a critica eleva a obra. 🙂

  3. Nossa JLM, agora estou ao mesmo tempo temeroso e ansioso pra ver oq vc encontra no Rainha do Gelo, uma vez que praticamente nao estudei literatura e minha escola era roteiro, nao consigo nem imaginar quantas regras eu nao devo ter quebrado.

    So duvido que meu trabalho vire lenha uma vez que ele e todo digital 😛

  4. É Jeff, Vendo pelo lado da técnica realmente é barra. Acho muito legal seus comentários porque aprendemos com eles. Você é referência quando o assunto é ‘técnica em escrita’. Obrigada, amigo, pela ajuda sempre bem vinda. Beijo.

  5. Quem disse que somos proficionais das letras…Bem a minha amiga poetisa tem as letras na veias e não no bolso, ele nãi vive do que escreve, e não tem livro lançado. É mais um brado ou grito se quise assim definir. No mais esse é só um texto da Patrícia.

  6. o uso excessivo das reticências é condenado ñ só por mim, mas pela gde maioria dos (bons) escritores. ela é considerada falta d prática na transliteração da linguagem falada p a escrita. mas o pior é qdo ela vem depois d outra pontuação, como ? ! – , ” como já vi em outro texto q vc postou e nem animei a ler.

  7. e sim, day, mtos escritores usam as reticências. geralmente os amadores. já devolvi livros p autores com duas páginas lidas depois q vi estarem + preocupados com oq dizer dq com o como dizer. histórias simples qdo bem contadas viram clássicos. e epopéias mal escritas viram lenha.

  8. e sim, day, mtos escritores usam as reticências em excesso. geralmente os amadores. já devolvi livros p autores com duas páginas lidas depois q vi estarem + preocupados com oq dizer dq com o como dizer. histórias simples qdo bem contadas viram clássicos. e epopéias mal escritas viram lenha.

  9. em qq tipo d arte, é preciso conhecer profundamente as regras/técnicas antes d ultrapassá-las. picasso e dali são exemplos disso na pintura. saramago e valter hugo mae n literatura. mtos autores ñ seguem as regras d pontuação querendo transmitir transigência ou inovação, qdo mto estão apenas enganando a si mesmos por ñ trazerem nada novo.

  10. Fica a vontade minha nova amiga, esse conto mistura ficção com realidade e não fica bem claro que são a torres gemeas. Algumas pessoas não gostaram muito. E confesso ainda tenho muito que amadurecer os meus textos. Mas isso eu deixo que o tempo dure essa minha deficiência.

  11. Ficas a vontade minha nova amiga, esse conto mistura ficção com realidade. Algumas pessoas não gostaram muito. E cofesso ainda tenho muito que amadurecer os meus textos. Mas isso eu deixo que o tempo dure essa minha dificeinecia

  12. Provavelmente estas reticências de Patrícia Raphael renderão boas discussões. Até que ponto o escritor deve se revelar? Por que a poetisa precisa explicar seus sentimentos, como fossem matemática? Sejam bem vindas, discriminadas reticências. Três pontinhos podem ser a eternidade de um coração pungente; podem ser o mistério que o poeta não quer dizer. Reticências são o lado particular do escritor. São sua liberdade, porque o poeta precisa guardar para si alguns fatos de sua dor. O poeta tem que ter sua liberdade para falar até onde quer… Bem vindas, odiadas reticências. Alguém, uma poetisa de Santa Catarina, Patrícia Raphael, nos deixou reticentes. Esta é a graça de sermos humanos. Pensamos, mas não necessariamente traduzimos em palavras o nosso sentimento. Bem vindas, longínquas reticências, porque a própria criação o é. Bem vindo, infinito, porque sem ti, nada seríamos. Quero morar para sempre com as minhas reticências…

  13. Eu notei algo de diferente nesse movimento. Estou deveras curiosa e totalmente aberta a novidades. Beijo para ti, Patrícia e todos que fazem parte desta maravilhosa revista.

  14. Opa, Samuel. Prazer imenso sua visita nesse humilde blog. Por falta de informações eu fui leviana. Também sou afro-brasileira e quem não é, afinal? Gostaria de publicar seu conto, aquele sobre as torres gêmeas – genial!. Beijo, querido editor e escritor.

  15. É ruim, hein! Já está até cotado como o melhor conto da temporada por nada menos que Jefferson Maleski. Mas, sim, retiências ou três pontinhos. Poucos escritores adotam, porque gostamos de falar (escrever) e quando há reticências, fica uma sensação que negamos ao leitor o nosso pensamento, porém, em poesia até rola, mas no caso da poetisa Patrícia Raphael, ela simplesmente pôs reticências em tudo! O Jeff achou ‘broxante’ e eu achei interesante pq nenhum escritor o faz… Beijo, garoto!

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s