Nem tudo é sonho

Quando acordou, cuspiu no chão mesmo. Estava fraca de tanto amar sem ser amada. Como um bicho faminto, correu até a geladeira, mastigou um resto de pão com mágoa e vomitou em seguida. Ressaca de dor, paixão acabada. Voltou para cama; precisava dormir, antes de morrer de dor.

Anúncios

Um comentário em “Nem tudo é sonho

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s