Resenhas de livros – cinema – teatro

Para ler meus textos – contos, crônicas, poesias, aforismos e etc. clique aí ao lado em “categorias” 😉

————————————————————————————————————————–

Por aqui escreverei minhas opiniões sobre arte em geral, mas principalmente LITERATURA, nossa paixão. Minhas impressões são de uma leitora apaixonada. Não esperem nada acadêmico ou pertencente a alguma escola. Resenho como escrevo: Por amor e instinto. Abraço a todos os artistas! Aos poucos, irei arrastando para cá todos as resenhas do blog, inclusive da Literatura Clássica Universal.

Em breve livro EVA, de JORGE DESGRANGES. Aguardem!

————————————————————————————————————————–

2012/05

EVA – SUPER LANÇAMENTO DA LITERATURA CONTEMPORÂNEA BRASILEIRA

Opinião

Gostei do livro EVA, de Jorge Desgranges, por várias razões. A princípio a leitura é agradabilíssima, com ação, romance e time. Muito bem narrado em primeira pessoa, o autor dá vida à Eva, uma protagonista devidamente humanizada, que carrega o leitor para seu mais tenebroso interior sem nenhuma cerimônia, o que é fantástico.

Já no início da leitura, nos tornamos íntimos dessa anti-heroína que, almejando ascensão econômica e status, não mede as consequências resultantes de sua ambição, até que percebe o abismo para o qual fora projetada. Eva, então, constatando que perdeu tudo, zera sua vida e se propõe um recomeço.

Todavia, vê-se claramente a vida imitar a arte neste romance que sinaliza a literatura brasileira na pós-modernidade: a  personagem cria desafetos, passando a ter que conviver com seu diabo particular, um empresário perigoso e destemido, que passa a persegui-la no decorrer da estória, provocando impacto no leitor que surpreende-se com um mundo invisível, porém real.

Em alguns momentos perder-se-á o fôlego, porque a vida da bela jovem torna-se repleta de riscos, em um ritmo alucinado e caótico. Não obstante, é uma mulher com sentimentos e muito inteligente – estudou economia e contabilidade. Contudo, cada passo que dá, vai juntando seus próprios pedaços, recosturando-os. Assim, vai se transformando em um ser humano cada vez mais forte, principalmente quando o destino a põe frente a frente com Yos, um marinheiro grego que passa a ser seu mentor.

Brilhante metáfora como o próprio nome sugere, Eva é um livro desafiador que discute ética, lei, e o comportamento do homem, tanto o religioso quanto o que se aparta da idéia de Deus. O autor observa tudo e a todos de forma discreta, não cedendo jamais a nenhuma apologia, ao contrário, permite ao leitor pensar e tirar suas próprias conclusões frente às mudanças da sociedade humana.

Assim como a alma da protagonista, o leitor viajará, literalmente, pelo mundo, a bordo do Rhodes, um pequeno, porém poderoso veleiro pertencente a Yos, que cruza mares e oceanos, deleitando-nos com  viagens cinematográficas. Não por acaso, já que Desgranges é também roteirista de cinema e TV.

Abordando o submundo do mercado negro, o livro também traz informações bombásticas, como alguns detalhes a respeito do Banco Multinacional BCCI, instituição financeira coligada aos petrodólares e multifacetada em transações escusas.

EVA é uma obra preciosa em muitos sentidos. Do ponto de vista filosófico ao político, ela faz pensar. E a surpreendente protagonista é, ao mesmo tempo, doce, sarcástica e intrépida, o que gera empatia imediata.

Ao término da leitura, certamente, o leitor irá ponderar e refletir sobre várias questões ligadas à ética e à moral. Todo livro que causa esse efeito, é considerado um bom livro.

EVA é um pouco mais. Eu diria que é soberbo e necessário.

Ficha técnica:

Título: Eva

Gênero: Ficção/Literatura Brasileira

Páginas: 304

Ed. do autor – 2012

Quem adquirir o livro tem direito a uma versão digital para Ipad.

Contato com o autor: contato@jorgedesgranges.com.br

 

KITO MELLO – LIVRO ÍNDOLE

ÍNDOLE – O livro da vez

 

Imagem

 

Há tempos não leio um livro que possa ser denominado excelente, principalmente de um autor brasileiro/carioca, no caso, Kito Mello.

 

O livro é primoroso nos detalhes e na narrativa, onde o sotaque carioca de Mello não impede que ÍNDOLE possa vir a ser um best seller, já que o personagem protagonista MÁRCIO (descendente de ricos judeus), transita, literalmente, pelo mundo; desde uma viagem patrocinada aos mais belos lugares das Américas, à distante Israel, o que proporciona ao leitor incríveis descrições do mundo islâmico, e de Jerusalém, brindando-nos com curiosidades idiomáticas e culturais daquele mundo.

 

O autor tem embasamento e, através do personagem, ministra verdadeira aula sobre o terrorismo, até porque MÁRCIO se transforma em uma espécie de Polícia Secreta Antiterrorismo.

 

O título da obra não poderia ser mais adequado. Desde a infância de MÁRCIO e sua irmã BIA, até a maturidade, todos os personagens que transitam pela sua vida, incluindo, e, principalmente seus pais, são revistados psicologicamente pelo protagonista. E mesmo seus filhos não são poupados de suas críticas ácidas, às vezes cruéis, porém sempre verdadeiras e honestas.

 

A estória é narrada do ponto de vista do sofrimento impingido a MÁRCIO, desde as surras recebidas da mãe neurótica, à ausência paterna de um homem que já começa a estória abandonando a genitora de MÁRCIO grávida para mergulhar, com dois amigos igualmente irresponsáveis, numa aventura de navio a Portugal.

 

MÁRCIO, já adulto, é vítima de uma “armação” na empresa em que trabalha e vai preso. Como não bastasse, logo após é internado pela esposa descontrolada, em uma clínica psiquiátrica porque, num momento de profunda angústia, ele tenta o suicídio.

 

É o estopim para que os limites de um homem, ainda que honesto, sejam rompidos e ele próprio esqueça das leis e de Deus. MÁRCIO foge da clínica e se une a um bandido para executar vingança contra seus algozes.

 

A partir daí o leitor se vê envolvido até o pescoço nas tramas do genial e complexo protagonista lutador de jiu-jitsu que, num desespero calculado, leva a cabo seu plano de vingança aos que o feriram, na alma e no corpo.

 

Muita ação, mortes, assassinatos, sequestros, violência e tramas diabólicas, são ingredientes fermentados desse bolo humano chamado ÍNDOLE.

 

É impossível parar de ler o livro porque ele transcorre como um thriller. Cenas são coladas e costuradas num ritmo vertiginosamente excitante. Aqui, o leitor pode se deliciar com ficção, mas com total verossimilhança da vida humana.

 

O personagem, por mais cáustico que seja, frio e calculista, tem um lado carente e amoroso, o que se comprova no amor aos filhos e à SARAH, mulher que conhece em São Paulo e reencontra mais tarde, em Israel.

O desfecho é carregado de suspense. É impressionante!

 

Todo o tempo, ÍNDOLE remete a um pensamento de Mark Twain: “A verdade é mais estranha que a ficção, mas é por causa que a ficção é obrigada a lidar com possibilidades; já a verdade, não.”

 

 

 

Título – “Índole”

Autor – Kito Mello

Editora – Livro Pronto

Páginas – 347

Contatos – http://www.kitomello.blogspot.com

 

Sua opinião me interessa ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s