Arquivo da categoria: Desencanto

NEUROSE

  “Mulher Sentada e Janela Gótica” __ Eduardo Machado Espanto a vida é uma ruela que prende teu corpo minha vida estranha se jogará da janela, tantas nuances e a política apunhala entre as pernas o povo está nu, vilipêndio … Continuar lendo

Publicado em Arte e etc., Belas, Cinema, Desencanto, Luz e escuridão, mini-contos, poema? | Deixe um comentário

SOMOS

Poucos sabem do que se fala quando o que se quer falar é assunto proibido; castrados são os porcos e não os homens. De nada me adiantam crenças carameladas com deuses que não saciam minha fome de viver feliz. Claro … Continuar lendo

Publicado em Ceticismo, Crônicas, Desencanto, Prosa | Deixe um comentário