Arquivo do mês: outubro 2009

Antiga e maravilhosa

Nostálgico Tudo já foi melhor. O Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa. O que eu posso dizer? Ela, a minha cidade, ainda é uma beleza. Jardim Botânico, Santa Teresa, Ipanema, Prainha, Jacarepaguá. Centros culturais. Teatros, muitos teatros e cinemas. Shows … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Marcado com | 5 Comentários

Suicídio

Para o brother Rafael I O médico o fitou por longos minutos. Silêncio total. Paciente pálido, dedos nervosos. Ricto de dor. Psicólogo corado, tranqüilo, sereno. Júlio César, o foguete, assumiu. Vencido pelos argumentos, declarou: _ Oquei, doctor. Eu me precipitei. … Continuar lendo

Publicado em Contos | Marcado com , | 2 Comentários

Chuvas

Num dia como o de hoje, Eu poderia falar de qualquer coisa. Poderia fazer qualquer coisa. Errar, acertar. Errar de novo. Fazer um bolo ou tomar uma batida. Entretanto, insisto em ligar a televisão. Só depois me dou conta de … Continuar lendo

Publicado em poema? | 4 Comentários

Antigo

Sabendo das limitações e do copo vazio longe do filtro, as pernas, às vezes tremem de cansaço, desânimo. A sede podemos saciar, vez por outra, numa límpida e genuína vontade de gritar. Um grito surdo. Para muitos, desnecessário. Entretanto, agoniza … Continuar lendo

Publicado em Contos | Marcado com | 3 Comentários

Conto rápido

Trágico Era tarde demais. Sem chaves, Oneida entrou no apartamento do vizinho. A porta ficava sempre aberta. Péantepé, vasculhou o armário. Pegou um cobertor e deitou ali mesmo, no chão do quarto. A cabeça rodava, a poesia arrotava. Finalmente dormiu. … Continuar lendo

Publicado em Contos | Marcado com | 7 Comentários

Conto rápido

Bola fora Sentou-se em frente a ele. Bocejou triste. Estava tudo acabado. Sem beijo de despedida, resolveu comprar um apartamento em frente ao Maracanã.

Publicado em Contos | 2 Comentários

Conto rápido

A Moderninha Ela passou as mãos pelos cabelos. Tossiu. Levantou a saia e sentou ao vaso. Incrédula com o ocorrido. Estivera sonhando? Fornicando? Talvez babando no travesseiro. Banho. Perfume. Email. De novo. Queria de novo. Olhou o calendário no monitor. … Continuar lendo

Publicado em Contos | Marcado com | 2 Comentários

Sonhos

Enquanto não superarmos a ânsia do amor sem limites, não podemos crescer emocionalmente. Enquanto não atravessarmos a dor de nossa própria solidão, continuaremos a nos buscar em outras metades. Para viver a dois, antes, é necessário ser um. Fernando Pessoa

Publicado em Poetizando | Marcado com | 4 Comentários

LEI do LULA

Este aí é o Lúcifer. Ou melhor, hoje, depois de milhares de anos, passou a ser conhecido como Satanás, que significa adversário. Dependendo do ponto de visão, ele pode ser considerado parceiro, amigo, mestre. A conotação adversário, por exemplo, é … Continuar lendo

Publicado em Luz e escuridão | Marcado com , | 6 Comentários